Éramos Seis: Resumo dos capítulos de 10 a 15 de fevereiro

Clotilde (Simone Spoladore) decide dar o próprio bebê em Éramos Seis - Foto: Globo
Clotilde (Simone Spoladore) decide dar o próprio bebê em Éramos Seis - Foto: Globo

Segunda-feira (10/02)

Lola diz a Clotilde que poderá quitar a dívida de sua casa com o dinheiro deixado por Carlos. Isabel decide se afastar de Felício. Shirley conforta Inês. Durvalina e Lola consolam uma a outra. Lili decide trabalhar para apressar os planos de seu casamento. Alfredo, Nero e Lúcio afirmam que continuarão suas lutas políticas. Zeca e Olga explicam a morte de Carlos para Tavinho. Alfredo encontra Karine. Afonso acompanha Lola ao banco para quitar sua casa.

Terça-feira (11/02)

Lola quita sua casa, mas sofre a morte do filho. Ela sugere que Inês fique com algum pertence de Carlos. Durvalina aconselha Clotilde a não abrir mão de seu bebê. Julinho é firme com Soraia. Lili começa a procurar emprego. Marcelo e Lili se aproximam. Zeca sofre quando Olga o deixa sozinho com seus filhos. Natália reclama com Almeida sobre seu comportamento. Adelaide percebe que Justina está dopada e confronta Emília. Shirley ouve quando Afonso fala para Inês de sua admiração por Lola. Clotilde toma decisão sobre bebê.

Quarta-feira (12/02)

Clotilde volta para Itapetininga. Afonso desconfia do comportamento de Shirley. Inês pede que Shirley deixe Afonso em paz. Almeida visita Lola. Afonso sugere sair novamente com Lola. Dona Maria se preocupa com o retorno de Clotilde. Felício afirma a Marcelo que não desistirá de seu amor por Isabel. Adelaide leva Justina ao consultório de Selma. Adelaide confronta Emília. Lola conversa com Durvalina sobre Clotilde. Clotilde entra em trabalho de parto no trem e salta numa estação qualquer. Zeca e Olga encontram Clotilde.

Quinta-feira (13/02)

Zeca e Olga acodem Clotilde e o bebê. Lola e Dona Maria se preocupam com a demora deles. Dona Maria e Candoca amparam Clotilde. Há uma passagem de tempo. Clotilde escreve para Lola contando sobre Francisco. Almeida sonda Alfredo sobre Clotilde. Todos comentam sobre a tensão política em São Paulo. Emília flagra Alfredo e Adelaide se beijando. Karine ajuda Soraia. Soraia seduz Julinho. É anunciada a guerra em São Paulo. Alfredo comunica a Lola que lutará em memória de Carlos.

Sexta-feira (14/02)

Lola e Isabel imploram para que Alfredo desista de ir para a guerra. Genu teme pela vida de Lúcio. Lili e Lola comemoram a notícia sobre a visita de Julinho. Shirley insinua a Lola que está reatando com Afonso. Clotilde sofre pela situação do filho. Adelaide garante a Alfredo que participará da revolução. Isabel procura Felício. Zulmira chega a São Paulo e se nega a assinar o desquite de Felício. Soraia insiste para que Julinho fique com ela. Alfredo surge vestindo a farda da guerra diante de Lola.

Sábado (15/02)

Lola tenta se manter forte diante de Alfredo. Genu pede que Lúcio se cuide. Julinho decide ficar no Rio de Janeiro. Soraia pede que Julinho termine seu noivado. Zulmira se recusa a conceder o desquite a Felício. Alfredo se despede, e Inês pede para conversar com o rapaz. Selma comenta com Adelaide que gostaria de tentar um novo método de tratamento com Justina. Natália se prepara para viajar para o Rio de Janeiro. Clotilde convida Padre Venâncio para ser o padrinho de Francisco. Adelaide anuncia a Emília que trabalhará como jornalista durante a revolução. Alfredo e Lúcio partem para a guerra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *